O MISTÉRIO DO RELÓGIO NA PAREDE | CRÍTICA

O longa chega aos cinemas no dia 20.

Classificação:

- publicidade -

Nota bom

Poster do filme O Mistério do Relógio na Parede
Divulgação

Em meio a tantas adaptações literárias, o primeiro livro da trilogia do norte-americano John Bellairs ganha a sua vez nas telas grandes. E assim, o filme O Mistério do Relógio na Parede, estrelado pelo jovem Owen Vaccaro (Pai em Dose Dupla 2), finalmente chega aos cinemas.

A trama do filme acompanha a história de Lewis (Vaccaro), um garoto de 10 anos de idade que vai morar com seu tio em uma antiga casa com um misterioso coração de tique-taque. Mas a fachada sonolenta de sua nova cidade volta à vida com um mundo secreto de bruxos e bruxas quando Lewis acidentalmente acorda os mortos ao descobrir um mundo de passagens secretas, mágica e perigos na antiga casa do seu tio.

A começar pelo roteiro, que é assinado por Eric Kripke, deve ser notado algumas mudanças em relação à obra original, tendo como a mais notável a troca da antagonista Selenna Izard pela versão masculina interpretada por Kyle MacLachlan, Isaac Izard – contudo isto não chega a atrapalhar na trama em geral. Um dos principais pontos de elogio para o filme é o equilíbrio entre os momentos de suspense e comédia, além de todo o trabalho de imersão no universo de Lewis ao adentrar na misteriosa casa de seu tio Jonathan e sua nova vida na escola local.

- publicidade -

Inclusive, é uma surpresa agradável o fato de que o diretor Eli Roth tenha apresentado uma abordagem mais leve neste filme. O cineasta, que tem sob seu currículo filmes de terror e mais pesados, consegue trazer sua experiência na construção de suspense e apresentar um longa que pode ser aproveitando por todos os públicos – seja as crianças, ou até mesmo os pais que as acompanham.

Passando para os seus personagens, é necessário apontar a interação e relação entre Jonathan e a Sra. Zimmermann, vividos pelos veteranos Jack Black Cate Blanchett – ambos sendo responsáveis pelos melhores diálogos e recursos de alívio cômico durante o filme, muitas vezes roubando a cena quando estão em tela juntos. Já em relação ao jovem Lewis, o destaque vai para a interpretação do jovem Vaccaro que, apesar de exagerar em alguns momentos, apresenta uma versão convincente e relacionável de um garoto de 10 anos que acabou de perder os pais e se encontra em um mundo relativamente novo.

Por ser uma adaptação, é claro que alguns detalhes e explicações em relação ao universo apresentado foram ocultados para o desenrolar da trama. Mesmo assim, o projeto conta também com algumas reviravoltas e não pode-se ignorar que é uma boa comparação dizer que o longa chega a lembrar alguns títulos já conhecidos como os primeiros dois filmes da franquia Harry Potter, o filme O Aprendiz de Feiticeiro (dirigido por Jon Turtletaube a série televisiva brasileira Castelo Rá-Tim-Bum.

Outro ponto positivo que deve ser destacado é a mensagem por traz da aventura aqui apresentada. Desde algo mais simples como a convivência com a diferença e identidade de cada indivíduo até questões mais complexas que são exploradas pelos adultos da história. Por fim, o longa não falha em entregar uma boa aventura e história para os espectadores, sendo marcado por seu equilíbrio entre suspense e comédia.

Confira também: Assista ao trailer do filme

Além de BlackBlanchettVaccaro, o elenco também conta com Kyle MacLachlan (Twin Peaks), Colleen Camp (Bata Antes de Entrar), Renée Elise Goldsberry (Altered Carbon), Vanessa Anne Williams (Soul Food) Sunny Suljic (A Casa do Silêncio).

- publicidade -

Eli Roth (Death Wish) assume a direção. Eric Kripke (Supernatural) é o roteirista, além de assumir a produção ao lado de Brad Fischer James Vanderbilt.

O Mistério do Relógio na Parede já está em exibição nos cinemas.

Não deixe de acompanhar todas as novidades e atualizações diárias do Jornada Geek no facebooktwitter e instagram.

- publicidade -

Notícias Relacionadas

Amanda Vizagre
Amanda Vizagre
Apaixonada por cinema e interessada nos bastidores e curiosidades por trás de filmes, games e séries, se formou em Rádio, TV e Cinema em 2017. Seu jogo favorito é The Last of Us e dentre seus títulos favoritos estão as séries 24 Horas, Friends e Bones; a saga Harry Potter; e a animação Avatar: A Lenda de Aang.

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias