Jogos de Android no PC: saiba como rodar seus apps favoritos fora do smartphone

Jogo de Android no PC
Fonte:Imagem retirada do Pexels / Foto de Yan Krukau

O ecossistema de aplicativos para celulares e tablets com Android cresceu de forma exponencial ao longo dos últimos anos. Com milhares de dispositivos ativos e lojas de distribuição eficientes, a indústria dos aplicativos para telefones celulares se tornou responsável por grande parte dos lucros no setor dos games e entretenimento atualmente. Dados recentes mostram que os jogos disponíveis na App Store lucram mais que todas as vendas de jogos da Nintendo, Sony e plataformas Xbox somadas.

Por isso, não é de se surpreender que a qualidade dos jogos e aplicativos disponíveis para o Android se tornou cada vez mais competitiva com os programas tradicionais para computadores. Na verdade, a preocupação com a interface e desempenho faz com que muitos aplicativos para Android funcionem melhor que programas pesados para Windows ou macOS. E os jogos não ficam de fora dessa história, títulos de peso como Genshin Impact e Fortnite estão disponíveis no Android, e o game de tiro competitivo Free Fire se tornou um dos eSportes mais jogados e acessíveis do mundo, principalmente no Brasil.

Quem está acostumado a usar aplicativos no Android para produtividade, redes sociais ou jogos, comumente sofre com a frustração de não poder levar a experiência do Android para o ambiente do computador: a tela grande, mouse e teclado, sem preocupações com bateria, e outras vantagens competitivas para quem leva a jogatina à sério. Então será que é possível rodar aplicativos de Android no computador com Windows? A resposta é sim, e o processo não precisa ser complicado. Confira.

O que é um emulador?

A emulação é a técnica na ciência da computação que permite que um dispositivo, em tempo real, traduza as instruções de um programa feito para outra arquitetura e a execute normalmente. Os aplicativos para Android são escritos para funcionar em processadores ARM, encontrados nos smartphones através da SDK do Android, enquanto um computador tradicional usa processadores x86 e a SDK do Windows.

O programa emulador age como um “tradutor” que interpreta as instruções ARM para o computador, que se torna capaz de executar nossos aplicativos. Essa técnica é muito conhecida por gamers de gerações mais antigas, que hoje formam a maioria dos jogadores como indica a ExpressVPN, para conseguir jogar os títulos clássicos da infância em sistemas atuais.

No entanto, a emulação não é uma técnica infalível já que traduzir cada instrução adiciona um custo de performance, geralmente o dispositivo precisa ser no mínimo dez vezes mais rápido que o aparelho que tenta simular. No caso de computadores emulando o Android, isso não é um problema, já que os emuladores contam com excelentes otimizações e o computador sempre será mais potente que um celular. No entanto, em casos de jogos extremamente pesados, pode ser preciso ajustar os gráficos para facilitar a execução e evitar travamentos que poderiam impactar na experiência de jogo.

Escolhendo um emulador

Agora que entendemos o método para executar os jogos e aplicativos de Android no Windows, precisamos escolher um emulador para realizar o trabalho em nosso computador. Diversas opções estão disponíveis com recursos, performance e custo variáveis:

Bluestacks

Talvez o emulador de Android mais famoso para computador, o Bluestacks oferece um ambiente de Android 7.0 completo, com acesso a loja Google Play, modo otimizado para jogos, e opções completas de resolução para o dispositivo emulado. Facilitando a vida de quem quer uma experiência de jogos competitiva, o Bluestacks conta com a vantagem de ser capaz de esconder a interface do Android e executar o jogo como uma janela única, parecida com as próprias janelas do Windows, permitindo até mesmo que o jogador faça streaming ao vivo usando software como o OBS e plataformas como a Twitch.tv.

A performance do emulador é bastante aceitável, embora existam alternativas melhores para quem está interessado apenas nos jogos e não pretende utilizar outros apps. Jogos como o Call of Duty Mobile rodam perfeitamente no Bluestacks, e pode ser uma alternativa para quem possui equipamento mais simples que não é capaz de executar a versão mais recente do Call of Duty para computador, jogo significativamente mais pesado.

Nox Player

Principal concorrente ao Bluestacks, o Nox Player também conta com um ambiente completo que simula um aparelho com o Android 7.0 e com acesso à loja Google Play. O dispositivo virtual já aparece com alguns apps instalados, mas é possível escondê-los e personalizar a tela inicial normalmente. Aqui, a principal desvantagem é a resolução máxima de 1080p, mas o emulador compensa a menor resolução com um modo performance que pode ser ativado para acelerar algumas tarefas e otimizar jogos pesados.

Comparado aos seus concorrentes, o Nox Player leva mais tempo para carregar inicialmente cada jogo, mas uma vez dentro do aplicativo, tudo roda com performance aceitável no computador, e opções de escala de resolução podem ajudar a melhorar o desempenho em máquinas com processadores gráficos antigos.

Gameloop

Como o nome sugere, o Gameloop é inteiramente dedicado aos jogos, embora também possa rodar outros aplicativos como o WhatsApp. Criado pela Tencent, empresa responsável pelo PUBG Mobile e CoD Mobile, o aplicativo foi expandido para suportar outros jogos de outras companhias.

Por ser desenvolvido pela própria Tencent, o emulador já oferece a instalação imediata de aplicativos da companhia e a performance é especialmente notável nestes jogos. No entanto, o usuário pode instalar qualquer outro aplicativo ou jogo de Android sem limitações, desde que aceite a possibilidade de um desempenho inferior e possíveis erros de compatibilidade.

A performance para jogos Gameloop é a melhor entre todos os emuladores testados, e os recursos de gravação de tela são interessantes para quem deseja fazer streaming sem muita experiência prévia. No entanto, o emulador não é a melhor opção para quem busca instalar outras categorias de aplicativos Android no computador.

Além de todos esses emuladores, usuários do Windows 11 podem ativar o Windows Subsystem for Android, recurso do sistema que habilita a execução de aplicativos do Android através de um programa da própria Microsoft. Esta é a melhor opção para instalar aplicativos de produtividade ou redes sociais, no entanto, a performance para jogos é extremamente baixa e o sistema é limitado à loja Amazon App Store, portanto, não oferece todo o conteúdo que estaria disponível na Play Store da Google. De todo modo, em 2023 não faltam opções para quem busca migrar os aplicativos de Android para o mundo do PC.

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games no Jornada Geek. Aproveite para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitterinstagram e também no Google News.

Notícias Relacionadas

Marco Victor
Marco Victor
Amante de filmes, séries e games, criou o Jornada Geek em 2011. Em 2012 se formou em Jornalismo pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF), e a partir de então passou a fazer cursos com foco em uma especialização em SEO. Atualmente é responsável por desenvolver conteúdos diários para o site com focos em textos originais e notícias sobre as produções em andamento. Considera Sons of Anarchy algo inesquecível ao lado de 24 Horas, Vikings e The Big Bang Theory. Espera ansioso por qualquer filme de herói, conseguindo viver em um mundo em que você possa amar Marvel e DC ao mesmo tempo.

Jornada Geek + Lolja

Últimas Notícias